quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Preparação para o Natal

Preparando a casamente coração para o Natal... 


Como surgiu Árvore de Natal? 


Um símbolo da vida, a árvore é uma tradição muito antiga e não é um costume exclusivo de nenhuma religião em particular. Muito antes da tradição de comemorar o Natal, os egípcios já levavam galhos de palmeiras para dentro de suas casas no dia mais curto do ano, em Dezembro, simbolizando A triunfo da vida sobre a morte. Essas crenças ligavam as árvores a entidades mitológicas.

Os romanos já enfeitavam suas casas com pinheiros durante a Saturnália, um festival de inverno em homenagem a Saturno, o deus da agricultura. Nesta época, religiosos também enfeitavam árvores de carvalho com maçãs douradas para as festividades do Solstício de Inverno.

Nas vésperas do solstício de inverno, os povos pagãos da região dos países bálticos cortavam pinheiros, levavam para seus lares e os enfeitavam de forma muito semelhante ao que faz nas atuais árvores de Natal. Essa tradição passou aos povos Germânicos. A primeira árvore de Natal foi decorada em Riga, na Letónia, em 1510.

No início do século XVIII, o monge beneditino São Bonifácio tentou acabar com essa crença pagã que havia na Turíngia, para onde fora como missionário. Com um machado cortou um pinheiro sagrado que os locais adoravam no alto de um monte. Como teve insucesso na erradicação da crença, decidiu associar o formato triangular do pinheiro à Santíssima Trindade e suas folhas resistentes e perenes à eternidade de Jesus. Nascia aí a Árvore de Natal.

Há outras versões, porém, a moderna árvore de natal teria realmente surgido na Alemanha entre os século XVI e XVIII.A primeira referencia à árvore de natal como a conhecemos hoje data do século XVI. Em Strasbourg, Alemanha (hoje território francês), tanto famílias pobres quanto ricas decoravam pinheirinhos de natal com papéis coloridos, frutas e doces. A tradição espalhou-se, então, por toda a Europa e chegou aos Estados Unidos no início do século XIX . Apenas no século XX essa tradição chegou à América Latina.

Na Europa, uma das tradições natalinas consiste em decorar um pinheiro com maçãs, doces e pequenos wafers brancos, representando a eucaristia. A Árvore do Paraíso, como é chamada, era o símbolo da festa de Adão e Eva, que acontecia no dia 24 de Dezembro, muito antes da tradição cristã do Natal. Hoje, a árvore não só representa o Paraíso como no início da tradição, mas também a salvação.

Segundo uma antiga tradição alemã, a decoração de uma árvore de natal deve incluir 12 ornamentos para garantir a felicidade de um lar:

Casa: proteção
Coelho: esperança
Xícara: hospitalidade
Pássaro: alegria
Rosa: afeição
Cesta de frutas: generosidade
Peixe: benção de Cristo
Pinha: fartura
Papai Noel: bondade
Cesta de flores: bons desejos
Coração: amor verdadeiro




Decorando...


Bota no espelho do lavabo...


Pinha e fitas...


Corações e sinos com cds antigos...


Estrelas de papel...


Árvore de Natal reaproveitando garrafas...


Árvore de Natal reaproveitando Livros...


Estrelas de botões...


Árvore de Natal reaproveitando tubo de pvc, rolhas, bolinhas de retalhos...


Enfeites reaproveitando cartões, fitas e bolas...


Árvore de Natal decorada com fotos de família...


Ideia para compor a mesa da Ceia de Natal...


Caixa de sapatos encapada e cartões, quadrinhos e bolas...


Detalhes... Guirlanda de rolhas...


Árvore de Natal fios...


Bolas decorada e personalizadas com fuxico, fitas, Glitter...


Lâmpadas queimadas decorada com Glitter...

Escuela Especial, Paula Andrea Mensi Schwintt, Stefano Pasca, Elizabet Suarez, Edja Egb Mario Caccia e Sol Audicio.

Árvore de Natal de fitas e pedrarias...




Você também poderá gostar:


Reflexão:


"Cada sonho que você deixa para trás, é um pedaço do seu futuro que deixa de exixtir."

 (Steve Jobs)

 Tatiana Pereira Américo

Imagens e CréditosInspirelojasskdblog, Google Images.

Nenhum comentário:

Postar um comentário